domingo, 24 de maio de 2015

Ex-gestores de Cornélio recebem 8 multas por irregularidades em obras de asfalto

Irregularidades em obras de pavimentação levaram o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) a aplicar duas multas ao prefeito de Cornélio Procópio na gestão 2009-2012, Amin José Hannouche, e outras seis ao então coordenador-geral da Autarquia Municipal de Serviços e Produção (Amusep), Reginaldo Francisco da Silva.
O valor total das multas soma R$ 11.607,84. As sanções estão previstas no Artigo 87 da Lei Orgânica do Tribunal (Lei Complementar Estadual n° 113/2005).
Auditoria realizada por técnicos da Diretoria de Fiscalização de Obras Públicas (Difop) do TCE-PR em 2012 apontou irregularidades em obras de pavimentação com asfalto e drenagem de água das chuvas em ruas da cidade. Orçadas em R$ 2.628.101,52, as obras foram divididas em dois lotes: Conjunto Pioneiro João Rocha e Travessa Geraldo Araújo.
A auditoria comprovou ausência ou procedimento inadequado de licitação para as obras e também para a compra de materiais, compra de materiais incompatíveis com as obras, falta de controle sobre o recebimento e a guarda dos insumos e pagamentos sem o atestado de conclusão das obras.
A partir do Relatório da Auditoria, o TCE-PR instaurou Tomada de Contas Extraordinária para apurar as responsabilidades. O processo foi julgado na sessão de 6 de maio da Primeira Câmara do Tribunal. O ex-prefeito Hannouche recebeu duas multas, que somam R$ 2.901,06, por falta de autorização legislativa para a realização das obras.
O então coordenador da Amusep, Reginaldo Francisco da Silva, recebeu sete multas, que totalizam R$ 8.705,88.
Além da falta de autorização legislativa, as sanções se referem à ausência ou modalidade inadequada de licitação e irregularidades na compra de materiais e na documentação das obras.
Com a decisão, o Município de Cornélio Procópio e a Amusep ficaram impedidos de obter Certidão Liberatória do TCE-PR. O documento é necessário para o recebimento de recursos por meio de convênio e empréstimos.
A decisão da Segunda Câmara foi embasada na instrução da Difop e em parecer do Ministério Público de Contas (MPC).
Cabem recursos da decisão. Os prazos passam a contar a partir da publicação do acórdão no Diário Eletrônico do Tribunal de Contas (DETC-PR).
O periódico é veiculado de segunda a sexta-feira, no site www.tce.pr.gov.br.
Autor: Diretoria de Comunicação Social
Fonte: TCE/PR

TCE julga irregulares contas de 2013 do Serviço de Água e Esgoto de Sertanópolis

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregulares as contas de 2013 do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sertanópolis (região Norte), de responsabilidade de Fábio José Barbieri, gestor da entidade naquele ano. Em razão da desaprovação, Barbieri deverá pagar a multa de R$ 725,48, referente ao artigo 87 da Lei Orgânica do Tribunal (Lei Complementar Estadual nº 113/2005).
As impropriedades apontadas pelo Tribunal foram a divergência entre os dados do balanço patrimonial da contabilidade do município e aqueles enviados ao TCE-PR por meio do Sistema de Informações Municipais-Acompanhamento Mensal (SIM-AM); a irregularidade apresentada no relatório do controle interno da entidade; e a remessa do relatório e do parecer do Sistema de Controle Interno apenas após o envio da prestação de contas.
A Diretoria de Contas Municipais (DCM) do TCE-PR, responsável pela instrução do processo, opinou pela desaprovação das contas.
O parecer do Ministério Público de Contas (MPC) acompanhou o entendimento da unidade técnica.
Ao fundamentar seu voto, o relator do processo, conselheiro Fernando Guimarães, concordou com a DCM e com o MPC.
Ele destacou que, depois da emissão do parecer conclusivo pela unidade técnica do TCE-PR, apenas podem ser admitidos documentos aos quais a parte comprove não ter conseguido acesso anteriormente.
Segundo ele, a entidade apenas manifestou-se em 17 de abril de 2015, após ter vencido o prazo para defesa.
A decisão, da qual cabem recursos, ocorreu na sessão de 6 de maio da Segunda Câmara. Os prazos para recurso passaram a contar a partir da publicação do acórdão nº 2039/15 no Diário Eletrônico do TCE-PR.
Autor: Diretoria de Comunicação Social
Fonte: TCE/PR

APP-Sindicato faz algazarra no casamento do deputado Tiago Amaral em Londrina

A APP-Sindicato já passou dos limites do bom senso, do tolerável e da civilidade.
Nesta quinta-feira, 21, à noite em Londrina, fez uma algazarra no casamento religioso do deputado Tiago Amaral (PSB) com a engenheira agrônoma Juliana Yagushi na frente Paróquia São Vicente de Paulo na Avenida Madre Leônia Milito.
Os manifestantes do sindicato ainda constrangeram convidados com cartazes, apitos e palavras de ordem contra o parlamentar.
Os noivos, seus pais e padrinhos entraram pelos fundos. É a barbárie tomando conta.

Servidores da Sema e do IAP iniciam greve na segunda-feira

Guilherme Batista - Redação Bonde
Os servidores estaduais do Meio Ambiente aprovaram greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na sexta-feira (23).
O movimento da categoria reforça a greve geral do funcionalismo público, que já conta com a participação de professores estaduais, docentes e técnicos administrativos das universidades, servidores da Secretaria Estadual de Saúde e agentes penitenciários.
Os funcionários da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), e dos institutos das Águas e de Terras, Cartografia e Geociências (ITCG), cruzam os braços a partir de segunda-feira (25).
O principal ponto reivindicado pela categoria é o reajuste salarial de 8,17% para repor a inflação do ano.
A aprovação da greve é resultado do anúncio feito pelo Governo do Estado nesta semana, de que os vencimentos serão reajustados em apenas 5%.
Os servidores do Meio Ambiente também reivindicam a realização de concurso público para a recomposição dos quadros de pessoal; o pagamento de pendências financeiras, como horas extras, promoções e progressões; melhores condições de trabalho; valorização e prioridade para o Meio Ambiente; auxílio-saúde; correção das tabelas salariais; entre outros pontos.
Os servidores da Secretaria Estadual de Agricultura também pretendem entrar em greve.
Os funcionários se reúnem em assembleia na tarde da próxima terça-feira (26) para discutir a campanha salarial deste ano e a adesão ao movimento.

Delegados da PF podem parar

Informe, Folha de Londrina
Delegados Federais de todo o País entregaram documentos aos superintendentes regionais de cada Estado e à direção-geral da Polícia Federal cobrando a defesa pública da instituição contra os cortes no orçamento 2015.
A categoria argumenta, no texto, que espera do Ministério da Justiça e da direção-geral da PF a mesma postura institucional verificada no Supremo Tribunal Federal e na Advocacia Geral da União, quando promovem junto ao governo federal a defesa das reivindicações de interesse de seus órgãos e servidores públicos.

Avião com Huck, Angélica e filhos faz pouso de emergência em Campo Grande

Do UOL, em São Paulo
Um avião que transportava Luciano Huck, Angélica e os três filhos fez um pouso de emergência em Campo Grande (MS) na manhã deste domingo (24). A assessoria de imprensa do casal confirmou a informação ao UOL e disse que estão todos bem.
A família foi encaminhada para o hospital Santa Casa de Campo Grande, onde recebeu atendimento no setor de ortopedia. Estavam no avião piloto, co-piloto, duas babás, além da família Huck.
Segundo a médica Priscila Alexandrino, da diretoria técnica do hospital, há suspeitas de que Angélica tenha sofrido fratura na bacia e Luciano tenha fraturado uma vértebra. 
Os dois passaram por exames, cujo resultado está previsto para a tarde deste domingo.
A médica disse já ter feito contato com o hospital Albert Einstein, em São Paulo, para onde os apresentadores querem ser transferidos.
Às 15h44, a Santa Casa de Campo Grande divulgou nota informando que todos os feridos passaram por exames de raio-X e tomografia, e que nada grave foi diagnosticado. 
"Por solicitação dos familiares, a Assessoria de Imprensa do hospital comunica que não serão mais liberadas quaisquer informações a respeito do quadro clínico", afirma o hospital.
O acidente
O avião, modelo Embraer 820C, decolou da Estância Caiman, na cidade de Miranda, e seguia para Campo Grande, em um trajeto de 230 quilômetros, quando sofreu uma falha. O piloto informou os controladores por volta das 11h.
Por meio de nota, a FAB  informou que uma equipe do Quarto Serviço de Prevenção e Investigação de Acidentes (SEPIPA 4) seguiu para o local para apurar as causas do acidente.
A Central Globo de Comunicação divulgou uma nota sobre o acidente, reforçando que a família passa bem. Leia a nota na íntegra:
"O avião turbo-hélice Carajá que trazia do Pantanal, essa manhã, o apresentador Luciano Huck, a apresentadora Angélica e os filhos precisou fazer um pouso forçado nos arredores de Campo Grande. A família passa bem e foi levada para exames num hospital da capital do Mato Grosso do Sul.
O avião saiu da Fazenda Caiman, no Pantanal, às 9h e, em seguida, fez um pouso forçado num pasto a cerca de 30km de Campo Grande. 
Levada para um hospital da cidade, a família está bem, em observação e deve seguir hoje ainda para São Paulo".
Gravação do "Estrelas"
Angélica gravava um especial do programa "Estrelas" no Pantanal e era acompanhada por Huck e os filhos. 
Neste sábado, o apresentador havia publicado um vídeo da região em seu Instagram, elogiando a beleza do lugar.

sábado, 23 de maio de 2015

ASSAÍ - CASAMENTO COLETIVO - O "SIM" PELA SEGUNDA VEZ

Na noite desta quinta-feira, 21/05, 78 casais de Assaí concretizaram o sonho do casamento oficial.
Através da parceria entre o Governo Municipal, o Cartório de registro de Assaí com o Funarpen e Irpen, a Secretaria de Assistência Social realizou o casamento comunitário.
O evento aconteceu no Sama, e contou com a presença do prefeito Luiz Mestiço, da Primeira dama Beka Molin, do Juiz Felipe Bernarde, da promotora Fabiana Pimenta, do presidente da câmara Amarildo Correia, da Secretária de Assistência Social Olga Tanno, representante do cartório e juízes de paz.
“Hoje é uma grande noite de festa, onde 85 casais assaienses concretizam o sonho do casamento oficial. Muitos casais aguardavam há anos por este momento tão especial”, comenta o prefeito Luiz Mestiço.
Após a cerimônia civil, foi servido um jantar para comemorar a união dos casais, junto com a família e amigos.