terça-feira, 2 de setembro de 2014

ELEIÇÕES 2014 - Marina está na frente de Dilma em SP e RJ, diz Ibope

Do G1:
Pesquisas Ibope realizadas em São Paulo e no Rio de Janeiro mostram como está a corrida à Presidência da República nos dois estados. 
O nível de confiança das duas pesquisas, feitas entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
 Marina Silva (PSB) está na frente nos dois estados – no Rio de Janeiro, ela ultrapassou a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT); em São Paulo, aumentou a vantagem sobre ela e sobre o adversário Aécio Neves (PSDB).
Confira os números:
São Paulo
Marina Silva (PSB) – 39%
Dilma Rousseff (PT) – 23%
Aécio Neves (PSDB) – 17%
Pastor Everaldo (PSC) – 2%
Eduardo Jorge (PV) – 1%
Outros com menos de 1% – 1%
Branco/nulo – 7%
Não sabe/não respondeu – 10%
O Ibope ouviu 1.806 eleitores em 87 municípios de SP. A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”, está registrada no TRE-SP sob o número 00021/2014 e no TSE sob o número 00492/2014.
Rio de Janeiro
Marina Silva (PSB) – 38%
Dilma Rousseff (PT) – 32%
Aécio Neves (PSDB) – 11%
Pastor Everaldo (PSC) – 2%
Outros com menos de 1% – 1%
Brancos e nulos – 10%
Não sabe ou não respondeu – 6%
O Ibope ouviu 1.610 eleitores em 44 municípios de RJ. 
A pesquisa, encomendada pela TV Globo, está registrada no TRE-RJ sob o número 00026/2014 e no TSE sob o número 00491/2014.

Globo Rural demora dois anos para responder telespectador

Redação Bonde
Na última edição do Globo Rural, os telespectadores mais atentos puderam notar que o programa demorou dois anos para tirar uma dúvida de um telespectador do Rio Grande do Sul.
No domingo, a apresentadora Helen Martins leu o e-mail que trazia a data de envio em 3 de maio de 2012.
O conteúdo da mensagem foi exibido na íntegra, inclusive com os erros de digitação.
Na mensagem, o telespectador perguntava sobre o funcionamento de um gerador de luz movido a gás de um biodigestor para sua propriedade, no Rio Grande do Sul.
Segundo o Notícias da TV, a emissora não quis comentar a demora.
(Com informações Notícias da TV)

Candidatos cometem erros de português em debate na TV; confira

Redação Bonde
Durante a campanha eleitoral, são feitas diversas cobranças aos candidatos à presidência da República.
Nos debates até o português é avaliado, e quem pensa que eles são infalíveis, se engana. Tomados pelo nervosismo, alguns candidatos cometem gafes.
Na segunda-feira (1º) durante o debate realizado pelo UOL, Folha, SBT e Jovem Pan, foram registrados alguns erros de português cometidos por eles.
No primeiro bloco, a primeira a ter um deslize foi a candidata pelo PSOL, Luciana Genro:
"É inaceitável que o cidadão se aposente ganhando três salários mínimos e em poucos anos esteje ganhando apenas um". O correto seria "esteja".
Em seguida, o candidato Pastor Everaldo (PSC) demonstrou que tem problemas com a palavra estupro.
"Jovens delinquentes, assassinos, estrupadores", comentou sobre violência.
Em seguida, cometeu o mesmo erro: "delinquente que estrupa, que rouba, que mata".
Marina Silva, candidata pelo PSB também errou, no segundo bloco do debate, escorregou na concordância nominal ao falar sobre o aborto.
"Não é uma discussão fácil, envolve questões filosóficas, questão éticas, questões morais e questões espirituais".
Em outro momento, ao criticar a presidente Dilma Rousseff (PT), Marina teve problemas com o verbo tangenciar.
"A candidata tenta se valer desse recurso para tangenciar com os problemas que criou". O correto seria "tangenciar os problemas que criou", já que o verbo é transitivo direto.
Pouco tempo depois, Levy Fidelix, do PRTB tentou consertar rapidamente o deslize que cometeu com a palavra rombo.
"Eu estou tratando aqui de macroeconomia, ninguém tocou de assuntos tão profundos. Apenas todo mundo dizendo que resolve os assuntos do Brasil. Todos se esquecendo do buraco que tem de romba, de rombo, na economia".
(Com informações UOL)

"Sobrevivi para contar história", diz homossexual espancado no Paraná

Redação Bonde
Um jovem de 19 anos espancado por dois elementos em Telêmaco Borba (Campos Gerais do Paraná) na madrugada de domingo (31) se disse vítima de homofobia em entrevista ao G1 nesta terça-feira (2).
"Eu sobrevivi para contar a minha história. Conheci gente que não teve a mesma sorte", afirmou.
Dawan Buenos dos Santos é homossexual e afirmou que foi xingado de "viadinho" pelos dois espancadores.
"Eu disse que eles podiam levar qualquer coisa, mas pedi para não me machucarem. Os dois me mandaram calar a boca e me bateram até ficar desacordado. Só acordei pela manhã, quando consegui levantar e pedi ajuda", lembrou.
A Polícia Civil investiga o caso.
(com informações do G1)

Família protesta em delegacia após morte de adolescente em Ibiporã

Redação Bonde
A família da adolescente de 16 anos que foi morta com um tiro na cabeça no último domingo realizou um protesto na tarde desta terça-feira (2) em frente a Delegacia de Ibiporã.
Segundo informações da Polícia Civil, o principal suspeito do crime, Rodrigo Sandrino, 33 anos, se apresentou na delegacia e teria entregue a suposta arma utilizada no homicídio.
Ele foi liberado por causa do fim do período de flagrante.
A família levou faixas e cartazes na delegacia com frases que pedem a prisão do autor do crime.
"Ela não vai voltar mais. Justiça seja feita!", escreveu uma manifestante.
De acordo com as investigações, o suspeito teria um caso com a adolescente, que descobriu que ele era casado.
Com o fim do relacionamento, o homem passou a ameaçar a vítima.
No domingo, ele invadiu a residência da família e atirou na cabeça da adolescente, que estava acompanhada do namorado.

MP processa prefeita e mais quatro por uso indevido de maquinário público no Paraná

prefeita Sirlene Svartz
A Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público de Laranjeiras do Sul (Centro-Sul Paranaense) ajuizou ação civil pública, por ato de improbidade administrativa, contra cinco pessoas.
Entre os requeridos estão a atual prefeita do município, o secretário de Obras e Urbanismo, o diretor do Departamento de Viação e o chefe do parque rodoviário da cidade.
Na ação, o Ministério Público aponta que o chefe do parque rodoviário permitiu que o filho utilizasse maquinário pertencente à prefeitura (um caminhão-caçamba e uma pá carregadeira), para retirar e transportar oito caminhões de terra oriundos de um terreno particular, localizado no Loteamento Budanezi, onde seria iniciada uma construção.
A obra não teve sequência, mas, mesmo assim, a Promotoria de Justiça argumenta que a conduta acarretou em valorização do terreno, com a preparação para a construção, no caso a retirada de cerca um metro de altura de terra.
Diante dos fatos, a Promotoria de Justiça requer a condenação dos requeridos que ocupam cargo público (prefeita, secretário de Obras e Urbanismo, diretor do Departamento de Viação e chefe do parque rodoviário) nos termos do artigo 10 e artigo 12, inciso II, da Lei 8.429/92 (Improbidade Administrativa), sem prejuízo dos danos morais.
Pede ainda que o dono do terreno seja condenado ao pagamento de R$ 760, valor devidamente atualizado, em benefício do Município de Laranjeiras do Sul, como forma ressarcimento pelo uso dos equipamentos.
Redação Bonde com MP-PR

Assaí - Segunda etapa da Vacinação Contra o vírus HPV

A Secretaria de Saúde estará realizando a segunda etapa da Vacinação Contra o vírus HPV (Papilonavírus Humano) para meninas de 11 a 13 anos de idade.
A vacina será aplicada nas escolas em datas agendada para as meninas que já tomaram a primeira dose.
Aquelas que ainda não receberam a primeira dose deverão procurar o posto de saúde portando a carteirinha de vacinação e o cartão SUS.
“O objetivo da vacinação é a prevenção do câncer de colo de útero, mas a vacina que vamos usar também previne as verrugas genitais. Essa vacina é quadrivalente e protege contra quatro sorotipos de HPV”, comenta o Secretário Cláudio Prudêncio.

ELEIÇÕES 2014

Por descumprir ordens da Justiça, TRE tira site de Requião do ar e determina multa de R$ 50 mil
A Justiça Eleitoral mandou tirar do ar, pelo período de 24 horas, o site do candidato Roberto Requião de Mello e Silva, por descumprimento da legislação eleitoral, sob pena de multa de R$ 50 mil.
Durante esse período, deve ser exibida a mensagem “Site temporariamente inoperante por desobediência à legislação eleitoral nos termos do artigo 57-I, §2º, da Lei n.º 9.504/97”.
Requião vem divulgando em seu site, reiteradamente, matérias com conteúdo inverídico e ofensivo  ao governador Beto Richa.
Por isso, já foi multado, obrigado a publicar direitos de resposta e ordenado a não publicar mais inverdades, decisão da Justiça que ele não cumpriu.
“Fica muito claro que (...) não revela, com o seu agir, muita consideração às decisões desta Corte, reiterando comportamento que já foi mais de uma vez considerado ilegal”, afirma o juiz Leonardo Castanho Mendes em sua decisão a respeito de Requião.

Prefeito de São Jerônimo é denunciado ao TJ


O Ministério Público (MP) do Paraná apresentou denúncia criminal ao Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná contra o prefeito licenciado de São Jerônimo da Serra (Norte Pioneiro), Adir dos Santos Leite (PSDB).
Ele é acusado por supostamente comandar esquema de desvio de dinheiro público na administração municipal. 
Por ter a prerrogativa de foro privilegiado, o prefeito deve responder diretamente no TJ.
Na semana passada, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do MP, ofereceu denúncia contra 39 pessoas à Justiça de primeiro grau, incluindo os dois filhos do prefeito – presos em Londrina –, a esposa dele e os vereadores Isaque Pereira Martins (PPS), José Jacir Sampaio (PSD) e Amarildo Alves Bueno (PR), por participação em 73 atos criminosos na cidade.
O prefeito chegou a ser preso no dia 6 de agosto, por posse ilegal de arma, quando foi deflagrada a operação Sucupira, mas pagou fiança de R$ 6 mil e foi liberado.
As irregularidades teriam ocorrido na aquisição de combustíveis e peças para a frota da prefeitura, na compra de alimentos, no pagamento por transporte escolar, no fornecimento de material gráfico ao Executivo e de marmitex para servidores municipais.
A defesa do prefeito informou ontem à FOLHA que não teve acesso à denúncia e, por isso, não se manifestaria.
Fonte: Folha de Londrina

ASSAÍ - PREFEITO LUIZ MESTIÇO PARTICIPA DE REUNIÃO COM EDUCADORES



Na tarde desta segunda-feira (1) o prefeito Luiz Mestiço participou de um encontro com os educadores da rede municipal.

Durante o encontro o prefeito elencou todas as grandes conquistas para o município destacando as da área da educação: a construção da nova escola e quadra coberta no Distrito do Pau D’alho do Sul, a quadra coberta para a escola Maria José da Silva Santos e a escola de 12 salas de aula que será construída próximo ao Conjunto Adamazildo Bomtempo.

Outro tema discutido foi à eleição para diretores das escolas, onde os professores interessados poderão se candidatar, montando uma chapa na qual será escolhida por pais e profissionais de cada escola.

O prefeito anunciou que o adicional por mérito de até 10% através das graduações e pós-graduação será concedido também para o segundo padrão de cada professor.

Para efetivar este adicional será editado um novo decreto regulamento esta normativa que era coibida pelo decreto nº 90/2011.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Incidente - Requião cai da escada e quebra a perna

O candidato acabou quebrando a perna no último sábado (30).
A fratura foi divulgada pelo Twitter do senador.
O senador e candidato ao governo do Paraná, Roberto Requião (PMDB), sofreu um incidente no banheiro e acabou fraturando a perna.
As informações foram confirmadas pelo próprio candidato através da sua conta no Twitter.
 O candidato publicou uma foto da perna imobilizada junto com uma bolsa de gelo.
“Descendo a escada fiz uma torção com fratura na fíbula”, relatou Requião pela rede social.
A fratura pegou o candidato de surpresa, em meio as campanhas políticas.
“Dores imensas, fico em casa – fratura da fíbula – e meu filho e companheiros me representam em agendas previamente estabelecidas”, complementou através do Twitter.
Corrida eleitoral
A menos de 40 dias das eleições, o incidente atrapalha a corrida eleitoral do candidato ao governo do Paraná.
De acordo com a última pesquisa divulgada, Beto Richa (PSDB) registrou 40,7% das intenções de votos, diferente de Requião (PMDB), que vem logo atrás com 27,1%.
A senadora e candidata pelo PT, Gleisi Hoffman tem a preferência de 15,1% dos eleitores.
Os votos brancos e nulos somaram 6,4% e os indecisos 7,5%. Tulio Bandeira, do PTC, aparece com 1% e os demais, Bernardo Pilotto (PSOL), Ogier Buchi (PRP), Geonísio Marinho (PRTB) e Rodrigo Tomazini (PSTU) tiveram menos de 1%.
A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 27 de agosto, com 1536 eleitores em 36 municípios do estado.